Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed

Honda lança nova CBR 250R com preços partindo de R$ 15.490

| Motos | 20 de abril de 2012

Honda CBR 250R 2012

O mercado de motos brasileiro acaba de ganhar um novo modelo que promete brigar forte no segmento das motos esportivas de média cilindrada. Trata-se da nova Honda CBR 250R, que irá bater de frente com as já conhecidas do consumidor, Kawasaki Ninja 250 e Kasinski Comet 250.

Com preço compatível ao de suas concorrentes, a CBR 250 conta com um importante ponto a seu favor, a enorme penetração da Honda no país. Para você ter uma ideia, no acumulado do ano passado a Honda teve 78,82% de participação no mercado, e certamente esse fator poderá ser determinante para o sucesso de vendas da CBR 250. Conheça todos os detalhes (especificações, fotos, vídeos, etc) da nova Honda 250 logo abaixo.

Clique na foto para abrir em tamanho maior.

Vídeo da CBR 250 R


No Brasil, a moto foi lançada nas cores preta e azul (tricolor).

Ficha técnica da Honda CBR 250R 2012

ITEM
CBR 250R 2012 STD
CBR 250R 2012 C-ABS
CategoriaSuper Sport EntrySuper Sport Entry
Motor249,6 cm3, DOHC (Double Over Head Camshaft), 4 válvulas, refrigeração  a líquido249, 6 cm3, DOHC (Double Over Head Camshaft), 4 válvulas, refrigeração  a líquido
Potência máxima26,4 cv a 8.500 rpm26,4 cv a 8.500 rpm
Torque máximo2,34 kgf.m a 7.000 rpm2, 34 kgf.m a 7.000 rpm
Diâmetro x curso76x 55 mm76x 55 mm
AlimentaçãoInjeção eletrônica de combustível PGM-FIInjeção eletrônica de combustível PGM-FI
Sistema de lubrificaçãoForçada por bomba trocoidalForçada por bomba trocoidal
Relação de compressão10,7:110,7:1
Sistema de partidaElétricaElétrica
Bateria12V – 6 Ah12V – 6 Ah
Farol60/55W60/55W
Sistema de igniçãoEletrônicaEletrônica
Capacidade do tanque13 litros  (3,5litros / reserva)13 litros (3,5litros / reserva)
Óleo do motor1,8  litros (1,4 litros para troca)1,8  litros (1,4 litros para troca)
Transmissão6 velocidades6 velocidades
EmbreagemMultidisco com molas helicoidais banhado a óleoMultidisco com molas helicoidais banhado a óleo
Transmissão finalCorrente seladaCorrente selada
Suspensão dianteiraGarfo telescópico, com 130 mm de cursoGarfo telescópico, com 130 mm de curso
Suspensão traseiraMonoamortecida Pro-Link de 104 mm de curso e cinco regulagens de compressão da molaMonoamortecida Pro-Link de 104 mm de curso e cinco regulagens de compressão da mola
Freio dianteiroDisco único de 296 mm de diâmetro com pinça de pistão duploDisco único de 296 mm de diâmetro com pinça de três pistões
Freio traseiroDisco simples de 220 mm de diâmetro com pinça de pistão simplesDisco simples de 220 mm de diâmetro com pinça de pistão simples
Pneu dianteiro110/70 – ZR17 M/C (54S)110/70 – ZR17 M/C (54S)
Pneu traseiro140/70 – ZR17 M/C (66S)140/70 – ZR17 M/C (66S)
Altura do assento784 mm784 mm
Altura mínima do solo145 mm145 mm
ChassiDiamond frameDiamond frame
Dimensões (C x L x A)2.030 x 709,5 x 1.127 mm2.030 x 709,5 x 1.127 mm
Entre-eixos1.369 mm1.369 mm
Peso seco150 kg154 kg
CoresAzul e PretoAzul
PreçoR$ 15.490,00 com base Estado de SP, não inclui despesas com óleo, frete e seguroR$ 17.990,00, com base Estado de São Paulo, não inclui despesas com óleo, frete e seguro

 

Detalhes e especificações técnicas da Honda CBR 250R

O modelo entra para o line-up da marca, visando ser uma motocicleta de entrada na categoria Super Sport, além de oferecer aos consumidores brasileiros mais uma opção para quem deseja uma moto esportiva de média cilindrada. A CBR 250R combina o DNA da linha CBR a atributos como fácil manutenção, excelente dirigibilidade, alta tecnologia e ótimo custo/benefício. É a opção ideal para quem busca uma motocicleta para o lazer, locomoção no dia a dia e valoriza o design esportivo.

Entre seus principais diferenciais está o novo motor monocilíndrico de 249,6 cm3, arrefecido a líquido, o que torna a motocicleta leve, compacta, de boa performance e bem econômica, e que foi desenvolvido exclusivamente para este modelo. Outro diferencial que merece grande destaque é a posição de pilotagem: que além de oferecer conforto, assegura ótima maneabilidade tanto no uso urbano quanto em rodovias.

Na dianteira, a CBR 250R possui garfos telescópios convencionais e na traseira, conta com sistema monoamortecido Pro-link. O chassi é tubular com treliças do tipo Diamond Frame. Esses e outros detalhes, juntamente com o design esportivo, resultaram em uma motocicleta diferenciada e que promete atrair cada vez mais os consumidores.

A parte dianteira possui conjunto óptico esportivo com o farol multi-refletivo. A carenagem integral em duas camadas (Double Layer) cria um fluxo de ar interno que proporciona melhor aerodinâmica e estabilidade em altas velocidades. Inspirada na VFR 1200F, suas fixações não são visíveis, o que permite uma superfície “limpa”. Além disso, o baixo peso de 150 kg (154 kg na versão C-ABS) aliado ao chassi leve, melhora a sua dirigibilidade.

O painel de instrumentos tem design arrojado, com visor de LCD e tacômetro posicionado no centro, como os modelos esportivos. Fornece todas as informações que o motociclista necessita visualizar rapidamente em um simples olhar, como velocidade, rotação e temperatura do motor. Além disso, possui relógio digital, luzes indicadoras de combustível e sinalização, bem como hodômetro (total e parcial).

Outro grande destaque é a posição de pilotagem, que assegura conforto e controle da motocicleta, tanto na cidade quando na estrada.
O assento conta com altura de 784 mm em relação ao solo. O garupa conta com alças em alumínio em preto que, além de harmonizar com o design da moto, transmite esportividade.

A ponteira do escape é de aço inox e seu desenho é triangular e compacto, deixando o modelo muito mais moderno e esportivo. Os dois semi-guidões e as pedaleiras recuadas completam o conjunto da nova Honda CBR 250R, reforçando a proposta esportiva do modelo.

As principais dimensões, comprimento x largura x altura, são respectivamente de 2.030 x 709,5 x 1.127 mm, com distância entre os eixos de 1.369 mm.

O modelo é equipado com o novo motor monocilíndrico de 249,6 cm3, DOHC (Double Over Head Camshaft), 4 válvulas e com injeção eletrônica PGM-FI (Programmed Fuel Injection), tornando a motocicleta leve, compacta e eficiente. Arrefecido a líquido, o motor possui potência de 26,4 cv a 8.500 rpm, e torque de 2,34 kgf.m a 7.000 rpm. Com isso, a CBR 250R tem alto torque em baixas rotações, o que garante uma arrancada rápida e segura.

Além disso, o sistema de exaustão é composto por catalisador, que auxilia a reduzir a emissão de poluentes, bem como adequá-lo ao Promot 3. A tecnologia aplicada permite que a CBR 250R exerça o menor impacto possível ao meio ambiente.

Para complementar, é o primeiro motor DOHC no mundo à utilizar balancins roletados, que asseguram baixo atrito e maior eficiência. Aliado a Unidade de Controle Eletrônica (ECU), garante uma alimentação adequada de combustível, permitindo baixo consumo e tornando o modelo extremamente econômico. Assim, a motocicleta ganha muito em autonomia e pode percorrer grandes distâncias sem a necessidade de constantes abastecimentos. O tanque tem capacidade para 13 litros (3,5 litros na reserva).

A Honda agregou à CBR 250R uma configuração de chassi mais leve. Do tipo Diamond Frame, a peça é rígida e se destaca pelo equilíbrio gerado, contribuindo ainda mais na estabilidade, além de garantir baixo peso da motocicleta.

Outro diferencial do modelo é o conjunto de suspensões. A parte dianteira é composta por garfo telescópio com curso de 130 mm. Já a traseira é monoamortecida Pro-Link de 104 mm de curso e cinco regulagens de compressão da mola.

Quando o assunto é segurança, o sistema de freio recebe disco único de 296 mm de diâmetro com pinça de pistão duplo na dianteira. Já a traseira, o disco de 220 mm de diâmetro é acionado por pinça de pistão simples.

Também disponível na versão com freios Combined ABS (C-ABS), apresenta o moderno sistema de segurança sobre duas rodas. Reúne os benefícios do ABS (Anti-lock Brake System) e do CBS (Combined Brake System). Enquanto o primeiro evita o travamento das rodas em frenagens bruscas, facilitando o controle do veículo, o segundo distribui a força de frenagem entre as rodas dianteira e traseira. A parte dianteira é composta por disco único de 296 mm de diâmetro com pinça de três pistões.

Para reforçar ainda mais o estilo superesportivo, a CBR 250R é equipada com rodas de liga leve de 17’’, além de pneus esportivos sem câmera. Na dianteira, tem configuração de 110/70. E na traseira utiliza pneu 140/70.

Disponível nas cores preta e azul (versão C-ABS está disponível apenas na cor azul), a CBR 250R tem previsão de vendas acima de 6.700 unidades em 2012. Seu preço público sugerido é de R$ 15.490,00, e R$ 17.990,00 para a versão com freios C-ABS (valores com base no Estado de São Paulo, não incluem despesas com frete e seguro). A garantia é de um ano, sem limite de quilometragem.

  

Links Patrocinados

41 Comentários para “Honda lança nova CBR 250R com preços partindo de R$ 15.490”

  1. Eu achei o preço muito caro por se tratar de uma monocilindrica, pagar mais de 15 mil só por causa de uma carenagem eu acho que não vale apena, sem contar que a dafra next é uma concorrente forte e tecnologia de ponta, nós Brasileiros não devemos aceitar que a exploração continue, temos que abrir os olhos para novos horizontes… e pesquisar o melhor custo benificil.

  2. Achei horrível a cara demais, acho a Kasinski Comet GRT mil vezes mais bonita, mais até que a Ninjinha 250, e é mais barata.
    Não entendo o que brasileiro tem na cabeça que acha que só honda faz moto, uma prova é o lixo de mobilete Honda POP, que vende só por ser honda, pq é uma mobilente de 100cc encapada com plastico de brinquedo infantil.
    Quero comprar uma Comet ou Mirage, e não comprou honda, ja tive uma, igual as outras só q mais cara.

  3. José Pereira Felipe em 20 de maio de 2012 @ 11:54

    Sou cliente, participei de varios consorcios, mas desta vez desanimei no preço da CBR-250, e tbm achei a garupa da moto, pouco curta, parece que não da para por aquela caixa de motoqueiro. Que por sinal é muito útil em viagéns mais longas. E tambem no dia a dia para por alguns pertences.

  4. Staff

    Vídeo da CBR 250 azul, branca e vermelha

  5. prefiro passar longe disso ai, monocilíndrico já basta a minha, e quando for trocar sem duvida sera uma bicilíndrico, uns dizem que se querem correr comprem uma 600~1000, uma 250 bi já esta bom como kawa e kasinski motos que mantem 150~160 tranquilo e acho…….ACHO que não tem o mesmo risco que andar a 250 a 300km/h

  6. Cara de +++ prefiro uma xre 300 que é mais barata e mais bonita.

  7. edilson lima em 20 de julho de 2012 @ 16:16

    …moto é a honda cb 300r nem kawasak ninja, nem gtr kasinski nem fazer vao criar vergonha na cara e compra uma moto….. blz

  8. antonio marcos em 20 de julho de 2012 @ 23:00

    ADOREI ESSA MOTO ,MUITO LINDA E BOM QUE FICOU NO LUGAR DA TWSTER…
    MARAVILHA…………………
    UM DIA COMPRO UMA SE DEUS QUIZER……….
    VALEU…………..

  9. JPL - Jacarei - Jpl em 27 de julho de 2012 @ 10:33

    Essas pessoas que ficam falando que a moto é feia, que é caro, pra nós tomarmos vergonha na cara!

    Eu do risada … “kkkkkkkkkk”

    1º o cara deve ser um motoboy que deve ter no maximo uma 125, e se tivesse dinheiro para pagar uma CBR250R, nao falaria bosta.

    2º O que adianta vc ir comprar uma kawasaki, Dafra, Yamaha… etc, se assistente técnico não existe no brasil? …

    3º A minha ja esta garantida “kkkkkk”

    • pior que tem razao fiz um test drive muito boa so falta um pouco mais de potencia tente vender uma honda uma yamaha ou a bosta da dafra que e dois prazer quanto tu compra e outro quando tu vende com certeza vende primeiro a honda

    • quanto ela da de final km

  10. Aldair Santana em 28 de julho de 2012 @ 20:48

    Achei o preço exagerado, a dafra possui uma 250 que tem as mesmas caracteristicas e também e show de bola, talvez eu opte por ela.

  11. Realmente muito pouco custo-benefício,muito pequena pra tão alto preço,fico com a minha Fazer nova,dá de tapa na cara dessa..

  12. valdinei de almeida em 9 de agosto de 2012 @ 0:24

    e feia e cariçima e equivocada . eles tinham que lançar uma moto 400 çilindrada . eu tenho uma fazer 250 a 4 anos . e nao posso reclamar e uma das melhores moto que ja tive

  13. moto mesmo e a ninja 250 e fazer 250 é mais as que estão chegando no mercado olha a honda já deu tudo que tinha para dar??????????? há tem ainda a factor 125 que vamos respeitar deu um banho na honda 150 e 125 que vergonha.

  14. Silvio santos em 14 de agosto de 2012 @ 20:42

    É pessoal a melhor sem duvida nenhuma é a fazer 250cc esta pra criar uma melhor ela anda ate mais que a nova 300cc da honda, * seus fanaticos por honda

  15. Eu sou fã de honda, mas esta dai não ta com nada, essas motos relativamente fracas que tentam imitar visualmente motos fortes não ficam legais nenhuma delas, alem do que por esse preço eu prefiro uma gs 500 mesmo que seja usada, é claro que não poso comparar essas duas motos, mas me refiro ao valor somente

    • Prefiro juntar um pouco mais e comprar uma cb500 ou uma hornet usada

      Manutenção mais cara
      Mais pelo menos irei ter uma moto que vale a pena cada centavo
      Não essas novas que mudao algumas coisas para enganar os brasileiros

      Sem falar que enquanto aqui essa moto e lançamento lá fora já nesta mais do que ultrapassada

  16. ACHEI ESSA MOTO MUITO CARA A MELHOR FORMA DE PROTESTAR E NAO COMPRANDO.

  17. ACHEI ESSA MOTO MUITO CARA PRA UM MONTE DE FERRO E PARAFUSO COM ESSE VALOR EU COMPRO UM BELO CARRO 0K. ME AJUDA AIO.

  18. muito loka essa moto esses cara ai criticando falando di dafra se e loko moto e honda chara mt loka essa moto !!!!!! em 16 de setembro de 2012 @ 20:26

    mt loka essa moto esses cara que critika falando ki a dafra e outras motinhas veias ki tem porai rsrsrs nao sabe oki e moto , moto e honda chara !!!!! essa cbr250r mt loka !!!!!

  19. um alo pra todo motoqueiro brasil.adriano

  20. ..gente…é uma moto de 1 cilindro só…é uma 250 cc comum..só tem a carenagem….gosto da honda….mas a honda ta empurrando tranqueiras nos brasileiros….hoje sou mais a ninjinha 250cc bicilindrica….quando a honda vai voltar a fazer motos de 2 cilindros ?????

  21. É galera analizem bem ,antes de compra esses lançamentos de moto sprot, quando saide linha , obaratu fica louco !!
    quem já se inludio com uma sport já sabe com é que é!!!

  22. Moto muito bonita, e muito cara. Melhor esperar baixa preço isso se os amigos nao comprarem.

  23. Eu gostei muito da moto, tirei a minha com baixa km e nao me arrependo…comparando com as demais da categoria destaco o conforto, o equilibrio geral, excelente em curvas e muito divertida, responde rapido e sobre de giros rapido e suave….o design, meu gosto, achei linda, embora pequena, mas bem construida e o painel é o mais completo e lindo de todos…o motor é 10, nao vibra nada em qualquer faixa de giro, muito suave e os freios são excelentes, a moto é muito mais estável e segura do que qualquer outra….ela só perde pra ninja na final e só, mas vc mantem 140-150km/h com dois facil e por mt tempo…pra mim ta bom demais, pois viajo sempre em velo de cruzeiro…..CBR250, uma grande tacada da Honda….

  24. meus caros eu possuo uma moto cbr 250r esportiva e alem de ser super confortavel o preço é sim acessivel so nao épra aqueles que nao podem pagar, sem contar o sucesso que ela faz nas ruas e é muito economica.

  25. meus caros eu possuo uma moto cbr 250r esportiva e alem de ser super confortavel o preço é sim acessivel so nao é pra aqueles que nao podem pagar, sem contar o sucesso que ela faz nas ruas e é muito economica.

Deixe um Comentário

Patrocínio

Pesquisar no blog…

Loading